Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

A falta que me faz

Muitas vezes o amor não é eterno; e, quando acaba, faz muita falta ao coração. Pegue todas as lembranças que você guarda em seu coração e demonstre-as com seus sentimentos. Não tenha vergonha de se expressar! Afinal, amor verdadeiro é raro...

... continue lendo

Lembrança viva

A saudade que eu sinto tem cor, peso, gosto e cheiro. É lembrança tão viva na memória que sinto como se você ainda estivesse aqui. Não acostumei a deitar numa cama vazia, chegar em casa sem ter o que esperar, pois você não está mais chegando, atrasado como sempre. Não acostumei a toda essa ausência de você aqui. Eu não sabia que ausência se notava tanto assim, eu não sabia que você ocupava tanto espaço dentro de mim.

Amor de verão

Você foi como um amor de verão, mesmo que tenha ficado ao meu lado por várias primaveras. Foi de verão porque eu soube que não seria para durar. Tem relacionamento que é assim, que vem com data de validade mesmo que a gente se engane que poderia durar para sempre. Não é com mágoa que eu penso isso, a memória de nós dois sempre será uma alegria na minha mente. Mas, eu sabia que não nascemos para ser eternos. Não tem problema, fica aqui de lembrança essa saudade. Saudade boa de quem algum dia me fez muito feliz simplesmente por estar ao meu lado.

Fica mais fácil?

Não ficou mais fácil. Pelo menos ainda não. Não é que eu ache que vou sentir esse vazio para sempre, ele só demora mais do que eu imaginava para ir embora. A falta que eu sinto de você machuca como se houvesse uma ferida aberta dentro de mim. Ela cicatriza, mas tão lentamente que eu, às vezes, acho que não vou aguentar. Mas, aguento e a cada dia consigo levantar de novo e viver a minha vida sem você. Não ficou mais fácil, mas preciso acreditar que algum dia ficará.

Oceano

O mundo fica cinza agora que você não está aqui. A saudade me aperta e parece que não vou ter para onde fugir. Só me restam as lembranças dos seus abraços, dos seus beijos, do seu carinho. Todos aqueles dias que vivi tão feliz ao seu lado, agora só são histórias, não vão mais voltar. Aqui, para mim, só resta mesmo a tristeza de ter um dia vivido um amor tão lindo assim, que veio e se foi tão de repente, deixando para trás um oceano de saudade.

Saudade bonita

Nem toda falta é ruim. Nosso amor, por exemplo, virou saudade bonita, que dói um pouco no peito, é verdade, mas é uma dor boa, por saber que é a memória de algo lindo que vivemos juntos. Não somos mais presente, mas somos uma lembrança que eu ainda gosto de carregar. Daqueles dias simples, aquele amor leve e passageiro, mas que ainda assim foi capaz de marcar a minha história.

Parte que nos falta

A saudade é a dor da perda, é não aceitar que aqueles beijos e abraços não voltam mais, é tristeza que consome, é uma parte que nos falta. Parte essa onde um dia já existiu um grande amor. Saudade é a lembrança da pessoa amada, dos tempos tão bons vividos juntos. Saudade é o passado que não volta. Saudade pode durar a vida inteira e nunca se torna mais fácil de aceitar.

Ainda

Ainda amo você. Parece besteira, mas é verdade. Acho que deixar de amar não é simples assim: a pessoa vai embora e o amor se acabou. Acho que vou dizendo adeus aos poucos. Primeiro nos presentes, que finalmente aceito dar um fim. Então na playlist, que muda quando certa música já para de me lembrar de você. Então esquece-se o cheiro, o som da voz, as suas manias que eu conhecia tão bem. E, vai embora a saudade, mas essa é a que mais demora a nos deixar.

 

O tempo todo

A sua falta não é sentida aos poucos. Não me pego lembrando de você só quando vejo algo que era a sua cara. Ela está presente o tempo todo, forte e constante. Sempre um aperto no meu peito, sempre uma vontade de te encontrar. A sua falta é quase uma companheira nesses dias, enquanto reaprendo a viver sem você. Me pergunto se é também assim que você se sente longe de mim. Me pergunto quando será que essa dor vai passar. Me pergunto qual será o sentimento que vai entrar em seu lugar.

Amargura

Ainda odeio a sua ausência, mesmo que eu entenda perfeitamente porque você não está mais aqui. Aceitei que o amor acabou, só não aprendi ainda a aceitar a falta que você me faz. Parece que eu era completa antes de você, mas que você levou algo de mim embora quando se foi. Talvez seja amargura minha, mas não é que eu sinta tanta saudade dos dias felizes, só consigo pensar em como desgosto desses dias sem você.

Sempre aqui

Você ainda está aqui no meu coração e sei que, de alguma forma, sempre vai estar. Mesmo que venham outros romances, outros amores, outras histórias, sempre vai haver você e tudo que a gente viveu. Sempre vai haver um cheiro que vai te trazer de volta, uma música (aquela mesma, que você nunca parava de cantar), sempre vai haver uma esquina onde a gente se beijou. Você deixou digitais demais na minha vida para se apagar fácil assim. É por isso que você ainda está aqui e sempre ficará.

Marca de amor

É difícil esquecer alguém que algum dia já foi um grande amor. Eu acredito de verdade que a gente deu certo, não acho que todo romance tem que durar a vida inteira para ser real. Fomos um do outro, por um tempo, fomos amor sincero, doce e constante. Mas, por fim, a vida nos alcançou. Cada um foi para o seu lado, sem brigas, sem nada que aniquilasse o que um dia foi paixão. Só ficou mesmo a saudade. A sua, não sei, mas a minha fica aqui, fazendo marca de amor no meu coração.

Silêncio que ecoa

O tempo sempre corre rápido, mas é estranho que tanto tempo passe e a sua falta continue aqui. É uma falta esquisita, que marca mais do que a presença, do mesmo jeito que aqueles silêncios, tão absolutos, que ecoam. Nunca mais encontrei outro alguém como você. Tive amores passageiros, tão velozes quanto passa o tempo, mas nunca mais uma história como a que vivemos. Talvez um dia a saudade passe também e eu finalmente saiba como é viver sem esse buraco no peito. Mas, por hoje, ainda tenho um pouco de falta sua aqui dentro para sofrer.

Respirar de novo

Você ainda faz falta! Ainda sinto um vazio porque você não está mais aqui. Ainda fico esperando que alguém chegue e complete esse espaço que você deixou para trás. Mas, estou aprendendo. Começo a colorir minha vida com cores que são só minhas, com músicas que não me fazem pensar em você. Com projetos e viagens que nada tem a ver com o que planejei um dia junto a você. Falta você ainda faz, mas cada vez menos. E, eu sinto que está cada vez mais perto o dia em que finalmente poderei respirar livre de você.

Te deixo ir

Já tive medo de que você nunca sairia da minha mente. Você fez tantas marcas na minha vida que cheguei a temer que sempre ficaria aqui. Mesmo depois de você ir embora e eu jurar nunca mais te deixar voltar, sua lembrança ainda restava, trazendo com ela uma saudade confusa. A nostalgia dos dias de amor e a tristeza das brigas que levaram ao fim. Achei que você sempre estaria fazendo falta ali no canto da minha memória. Mas, enfim aprendi a deixar você ir.

Tudo ao seu tempo

Tudo tem seu tempo, até a saudade, tem sua hora de ir embora. Por enquanto, você ainda é falta recente no meu peito, mas não fico apressando a sua hora de sair. Porque sei que tudo tem tempo. O tempo do amor e o tempo da tristeza. A falta também precisa do seu momento, para nos lembrar de quanto foi bom tudo o que se viveu. Sofro com a sua ausência, mas não amaldiçoo a saudade. Ela é memória viva de quanto eu fui feliz.

Isso sufoca

As pequenas memórias de você me machucam. As conversas que tivemos e tudo aquilo que deixamos sem falar. Me pego pensando, tentando reconstruir onde foi que o nosso caminho deu errado. Se eu tivesse feito diferente, se você tivesse ficado mais um pouco, se tivéssemos escolhido uma coisa ou outra, será que você ainda estaria aqui? Sei que é tolice. O que passou, já ficou para trás. Mas, eu queria que houvesse um jeito de reconstruir a nossa história. Essa saudade me sufoca um pouco demais.

Jeito certo

O problema é que não tem jeito certo de te esquecer. Fugir de tudo que me lembra de você? Como eu faria isso, se você ainda está na minha casa, no meu trabalho e até no bar onde eu bebia com os meus amigos. Seu rastro ainda está em todas as partes de quem eu sou. Ainda vejo sua sombra pela cidade inteira, cada esquina por onde andamos, todos aqueles lugares no qual você me beijou. Você é lembrança viva e saudade que não dá trégua. Não sei te fazer ir embora, porque ainda resta você no meu coração.