Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Dicas para aprender outro idioma

Já teve vontade de conhecer outro país? De trabalhar fora do Brasil? Para isso, é preciso muito empenho e dedicação. Que tal começar a aprender uma nova língua?

... continue lendo

Saiba as Razões de Estar Aprendendo

Para aprender outro idioma você precisar ter uma boa razão. Você precisa se sentir motivado a continuar se especializando, como se precisasse atingir um objetivo. Querer aprender apenas para impressionar alguém não é um bom caminho. Já querer conhecer alguém do próprio idioma que está aprendendo é completamente diferente. Não importa qual seja a sua razão, se quis aprender um outro idioma é importantíssimo que mantenha-se firme na decisão. "Quero aprender esse idioma, vou fazer tudo o que puder neste idioma, com este idioma e por este idioma."

Esqueça a Zona de Conforto

Boa vontade para cometer erros significa estar preparado para se colocar em situações embaraçosas. Eu sei, isso pode dar um medo danado, mas é a única maneira de se desenvolver e progredir. Não interessa o quanto você aprende, você não vai conseguir falar um idioma sem se mostrar: fale com estrangeiros na sua língua materna, pergunte pelo caminho, peça a comida no restaurante, tente contar uma piada. Quanto mais vezes você fizer isso, maior se tornará a sua zona de conforto e ficará muito mais fácil se sair bem em novas situações.

Importância

Você já percebeu como é importante saber um pouco de outro idioma, no nosso caso, além do Português? Em qualquer lugar que a gente vai hoje em dia encontra frases em outro idioma. Na hora de concorrer a uma vaga de trabalho, conhecer outro idioma fica ainda mais importante para ter sucesso no processo de seleção. Programa de trainee? Começa pelo nome da empresa que muitas vezes a gente não consegue nem pronunciar direito. Aí vem o anúncio que pode estar em outro idioma, e a entrevista que pode ser feita com um executivo estrangeiro. Você tem que se preocupar em falar o que precisa ser falado da sua vida profissional e também em se expressar em outro idioma, que fica bem complicado.

Volte a Ser Criança

Você deve tentar aprender do jeito que as crianças aprendem. A ideia de que crianças aprendem melhor do que adultos tem provado ser apenas um mito. Novas pesquisas não puderam encontrar uma ligação direta entre idade e habilidade para aprender. A chave para aprender tão rápido como as crianças deve estar simplesmente em agir, em certas situações, da mesma forma que elas agem: por exemplo, a espontaneidade em falar aquilo que lhes vem à cabeça, o jeito com que brincam com tudo, inclusive com o idioma e a inexistência de bloqueios. Crianças, normalmente, não têm medo de dizer bobagens na hora de falar. Nós aprendemos errando. No caso das crianças espera-se que elas cometam alguns erros, já no caso dos adultos, isso parece ser um tabu.

Você Não é o Único

Além disso, há aproximadamente um bilhão de falantes do inglês não-nativos no mundo todo, a maioria deles preferiria falar o seu próprio idioma se pudesse escolher. Tomar a iniciativa para entrar no mundo linguístico de alguém pode deixá-lo à vontade e fazer com que todos se sintam bem. Com certeza, você pode viajar para o exterior falando seu próprio idioma mas você aproveitará muito mais se puder realmente se sentir à vontade no lugar onde está - conseguindo se comunicar, entender, interagir em todo tipo de situação que você possa imaginar.

Pronúncias

Idiomas diferentes exigem diferentes movimentos da sua língua, lábios e garganta. A pronúncia é muito mais um processo físico do que mental. Uma forma de treino - e isso pode parecer bem estranho - é realmente olhar uma pessoa enquanto ela está pronunciando aquele som que você não consegue produzir e tentar imitar esse som o máximo de vezes que você puder. Na verdade, pronúncia é algo bem fácil de ser feito corretamente; você só precisa treinar. Se você não pode observar um falante nativo ao vivo e a cores, assistir filmes estrangeiros ou televisão pode ser um bom substituto.