Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Siga-nos

Discursos do Bial

Todos conhecem Pedro Bial e sabem que ele é o dono da voz dos melhores e mais inspiradores discursos de eliminação do Big Brother Brasil. Além disso, ele escreve crônicas capazes de mudar o rumo da vida das pessoas. Leia alguns trechos dos seus tão bem falados textos.

29/03/1958
continue lendo
Compartilhar

Clareza

Pedro Bial

E um dia você acorda e percebe que somente amava a imagem que você fazia da pessoa, no seu pensamento tudo era perfeito porém finalmente caiu sua ficha de que somente na sua cabeça era assim. E você segue em frente, rezando pra próxima vez conseguir enxergar com clareza.

Mulheres

Pedro Bial

Sabe porquê não tinha mulher em nenhum navio, nem na cozinha, durante as grandes navegações?
Porque se uma mulher fosse embarcada, todos os homens iriam brigar por ela.
Se fossem duas mulheres a bordo, elas iam se engalfinhar.
Mulheres, mulheres... Sempre no meio do caminho, entre o convento e o cabaré...

Solidão

Pedro Bial

Quem falou que solidão significa tristeza? Que é ligada à velhice? Solidão define uma condição emocional em que temos escolha, muitas vezes buscada para organizar os pensamentos, pôr tudo no lugar e junto com o tempo fazer a dor passar.

Melhor amigo

Pedro Bial

Existem duas maneiras de um homem amar verdadeiramente uma mulher: a primeira é quando ele se torna o melhor amigo dela e depois se apaixona, mas existe uma outra que é quando ele se apaixona e depois aprende a ser seu melhor amigo.

Crescer

Pedro Bial

O fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, é o que devemos ter para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer.

Ao lado

Pedro Bial

Seja uma amizade ou amor, se a pessoa é digna de você ela nunca estará nem a frente nem atrás, ela estará sempre do seu lado. Se você tem que correr atrás é porque a pessoa está fugindo de você. Sinceramente? Não vale a pena querer quem não nos quer.

 

Talvez

Pedro Bial

Talvez você case, talvez não. Talvez tenha filhos, talvez não. Talvez se divorcie aos quarenta, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante. Faça o que fizer não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você, as suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo, é assim para todo mundo.

No meio

Pedro Bial

Se a pessoa quiser entrar na sua vida, deixe a porta aberta. Se a pessoa quiser sair da sua vida, deixe a porta aberta. O problema é a pessoa ficar parada no meio da porta. Isso bloqueia o tráfego.

Pedro Bial

Eu espero por dias melhores sem pressa, sei que o que tiver pra acontecer de bom comigo vai acontecer, e preciso ter paciência, vai acontecer na hora certa. É preciso viver um dia de cada vez, é preciso subir a escada degrau por degrau e acima de tudo saber esperar e principalmente ter fé acima de tudo.

Adoção

Pedro Bial

O desejo de ter um filho já é uma coisa rara entre casais héteros. O desejo de adoção é algo muito precioso e muito raro. Se tem duas pessoas que tem esse desejo, essa criança tem grandes chance de ter uma educação, cheia de amor, respeito e cuidado.

Produto

Pedro Bial

Cada um de vocês aí dentro tem um produto para vender, e querem convencer quem assiste a comprar esse produto. E mais, querem que essa negociação de compra e venda seja a maior diversão. Não querem só vender o produto. Querem que a gente goste de comprar. E o que é que vocês vendem? Qual é o produto que vocês oferecem? Ora, vocês são este produto.

Filhos

Pedro Bial

Jonas. Kelly. Hoje o discurso não é para vocês. É para os pais de vocês. Quem nos dá as maiores alegrias? Quem nos faz amargar dores sem remédio? Quem dá um espirro e nós que ficamos gripados? Quem, com um soluço, nos faz desmontar em lágrimas? Com um sorriso, faz o dia mais cinzento brilhar como só num impossível caribe?

Quem mora na nossa cabeça, como um ocupante bem-vindo e eterno? Quem nos mostra, com todas as letras, que não somos nada, não servimos para nada, além de servir? Quem, com uma nota baixa, consegue despertar nossa fúria? Com um biquinho, acaba com nossa marra? Quem nos criva de preocupações? Nos rouba noites de sono, por uma palavra não dita, pelo telefone que não toca?

Quem nos faz acordar antes do sol, para que não se perca a hora de dizer, sem falta: presente!? Quem nos reapresenta à vida e nos faz ver o mundo como se fosse pela primeira vez, de novo? Quem nos revela nossa velhice e decadência? Por quem seríamos capazes de morrer? E ainda assim, quem nos faz imortais? Ora, quem? Me digam? Vocês sabem? Pois é, os filhos…

Retidão

Pedro Bial

Será que, no BBB, o menor caminho entre dois pontos, o primeiro dia e a grande final, o menor caminho entre esses dois pontos, será que é uma reta? Olha: nem sempre a retidão é sinal de virtude: Pense no que significa a linha reta do aparelho que monitora os sinais vitais de um paciente na C.T. I. Ali, a linha reta é a morte.

Linha reta

Pedro Bial

O que é tão bonito na linha reta? Talvez justamente o fato de ela não existir, ser uma invenção humana, algo artificial. Artificial ou ilusório. A única linha reta da natureza, o horizonte, é ilusória, uma ilusão de ótica.

Jogo da vida

Pedro Bial

Simpatia é quando o malandro convida o freguês pra zoar junto.
Outrossim, não tem charme a simpatia quando vira ironia, perde a graça, e as graças da massa.
Nesse jogo da vida, é um peso e uma medida. Pesou, perdeu a medida, lá vem, o cavalo, o castigo.

Quem eu sou

Pedro Bial

Todos sabem que quando fazemos escolhas temos um preço a pegar por elas, e acredite, eu pago muito caro por apenas querer ser quem eu sou… Mas francamente, cá entre nós, eu prefiro mil vezes caminhar sozinho e feliz comigo mesmo, do que caminhar com milhões ao meu lado e infeliz por não poder mostrar minha verdadeira face!

Cedo

Pedro Bial

Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.

Teatro

Pedro Bial

Não é só um programa de televisão. É um espetáculo de natureza humana que, ao contrário do que rumina o senso comum, revela muito mais a natureza de quem espia sobre quem é espiado.
Como no teatro, e nas cortes europeias antigas, quando a plateia ia para ver quem estava nos camarotes e não no palco.

fechar