Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Esther Acebo

Uma das grandes revelações da série "La Casa de Papel", Esther Acebo é atriz, repórter e apresentadora. Nascida em 1983, Esther estudou Ciências do esporte na Universidade de Castilla, entretanto nunca deixou de lado as aulas de atuação. O resultado veio aos poucos, começando pelo programa infantil “Kosmi Club". Depois vieram as estreias na televisão e no cinema. A carreira da atriz parecia de fato ter deslanchado, mas foi em 2017 que o sucesso chegou de vez! A série La Casa de papel atingiu números incríveis de audiência e trouxe ainda mais visibilidade e sucesso a atriz espanhola através da personagem Mônica Gaztambide.

19/01/1983
... continue lendo

Apresentadora, repórter ou atriz?

Esther fala sobre suas múltiplas facetas na mídia

“Primeiro sou atriz, embora seja verdade que eu trabalhei em muitos meios diferentes, fazendo muitas coisas. Comecei na Televisión de Castilla la Mancha, fazendo um programa infantil, o “Kosmi Club”, onde passei quatro anos; depois de ter feito muita publicidade, fui repórter do canal COSMO … Eu gosto de todas essas mídias e estou muito confortável trabalhando nelas, mas, sem dúvida, minha verdadeira paixão é a interpretação. Agora, com “La casa de papel”, eu ainda estou mais ciente disso.

Baraka

A atriz fala sobre o curta do qual participa

“É realmente muito bom. Tivemos vários prêmios e muitas indicações e cada nova notícia que chega é um presente. Baraka é um curta não tão curto (dura 22 minutos) escrito e dirigido por Néstor Ruíz Medina e produzido pela 7 Cuerdas Films. Ele fala sobre duas crianças em um conflito armado (que poderia estar no Iraque, embora seja narrado sem referências temporais ou espaciais), que se encontram com um soldado espanhol, que foi sequestrado. A ideia é tentar mostrar uma guerra dos olhos das crianças e transmitir os conflitos antes daqueles que são.”

Feminista e vegetariana. Conheça o que pensa Alba Flores, a Nairobi de La Casa de Papel