Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Emílio Surita

Apresentador e radialista, Surita tem faro para o que pode estourar na TV, o que já lhe rendeu muito sucesso com a turma do programa Pânico.

17/08/1961
... continue lendo

Equipe

Emílio Surita

Nós nos conhecemos há muitos anos. O Pânico não foi montado para ser um grupo, aconteceu espontaneamente. O Vesgo era ouvinte do programa de rádio, trabalho com o Bola há 20 anos, conheço o Ceará há uns 15... São pessoas que se gostam e são próximas. A gente tem que se entender. Às vezes você tem que dar uma força para os colegas, que nem o Carioca, que agora casou, teve filho... Você acaba sendo mais do que um mero colega de trabalho.

Mão na massa

Emílio Surita

Dá muito trabalho, é muito complicado fazer algo que o público goste, que dê audiência. Só quem tá dentro sabe o que é a dificuldade, o que é estar na TV aberta. Tem o comercial, adequar o conteúdo à classificação indicativa, à concorrência.

Cara engraçado

Emílio Surita

Eu nem penso em ser engraçado. Na verdade, acho que você tem mexer com a emoção dos caras que estão em casa. Eu gosto quando os caras ficam putos. Prefiro isso do que saber que o cara fica apenas rindo das piadas. Gosto quando falam: "Mas como aqueles caras do Pânico fizeram aquilo?".

 

Maioridade penal

Emílio Surita

O Brasil é o terceiro país [em termos] de presos no mundo. Se a gente não tem cadeia para os caras de 18 anos, imagina quanto dinheiro precisará para você ter mais dois anos desses ‘bandidinhos’, igual falam. Então, é uma questão financeira. Ele [o menor] não tem escola. Nem esgoto ele tem (…) Se estivéssemos na Dinamarca, na Suécia, na Alemanha, Noruega… Beleza, vamos discutir maioridade penal. Aqui, é preciso [até] botar esgoto. Não podemos voltar ao código de Hamurabi.

Audiência

Emílio Surita

Mas seis anos atrás era diferente. O jogo era diferente. Os outros canais eram muito diferentes. Se você pegar lá às 22h, tem "Game of Thrones", as séries da HBO. É um horário e concorrência muito forte. Tem o Silvio Santos no SBT, o "Domingo Espetacular" na Record, e o "Pânico" que é pra jovem. Não dá pra dar uma audiência de Silvio Santos, fazemos um programa específico.

Programa

Emílio Surita

Aqui é a edição e redação do programa. Na Band fica a estrutura, os carros, dividir as equipes e tem o programa de rádio que é diário na Jovem Pan. O "Pânico" é bem distribuído, o Alan [Rapp, diretor] cuida de toda a parte de produção, fazemos uma reunião semanal de criação.

Debate

Emílio Surita, em conversa com Rachel Sheherazade

Você usa esse argumento da meritocracia porque você é bem sucedida, é jornalista. O Carioca [integrante do Pânico que participava do programa] também saiu da favela (…) hoje ele chegou aqui. Aí fala ‘eu pago meus impostos’. Se ele ficar doente, sofrer um acidente e ficar tetraplégico, quem vai cuidar dele? Esse Estado que vocês querem não vai. Esse aí não vai cuidar, sabe por quê? Porque é meritocracia, só ganha ‘winner’, você é ‘winner’, você é o Joaquim Barbosa, se você é pobre, você vai para a cadeia.