Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Gabriel Medina

Campeão mundial de surf aos 20 anos, o primeiro brasileiro a vencer a competição. Sim, esse é Gabriel Medina. Hoje o jovem é um dos principais nomes do surf internacional e leva o nome do Brasil cada vez mais além. Conheça mais sobre ele com as frases e pensamentos que separamos para você.

22/12/1993
... continue lendo

Assédio

Gabriel Medina

Tiveram algumas cantadas engraçadas. A mais bizarra foi quando uma menina pediu para eu assinar a calcinha dela num campeonato, eu fiquei sem jeito, não sabia o que fazer, mas não assinei.

Grupo Diretoria

Gabriel Medina

Está o Neymar, o Rafael Zulu, Luciano Huck, Bruninho do vôlei e a gente fala de tudo. A gente desabava... É como qualquer grupo que existe. É legal manter essa amizade, até porque cada um trabalha com uma coisa diferente. Um é música, outro é futebol, outro é surfe, o outro é apresentador, e acho isso maneiro. A gente pode dividir várias experiências.

Paixão aos 15 anos

Gabriel Medina

Eu estava apaixonado. Queria ficar com a menina o dia todo. E, cara, namorada é mais uma coisa na vida com que você precisa se preocupar, né? Na época, eu percebi isso. Passava horas ao telefone. Ia dormir preocupado. Eu era ciumento.

Assédio no Brasil

Gabriel Medina

Na real, psicologicamente, eu já estava meio que preparado, porque já tinha passado por uma situação dessa em Portugal. Quando eu estava disputando o título mundial, tinha muita gente e eu não consegui me concentrar direito, então me preparei. Eu sempre rezo antes de entrar na água, que é onde eu me concentro espiritual e mentalmente, e no Brasil eu não consegui. No Brasil foi mais difícil. A hora que eu passei por baixo da bandeira, eu vi uns três seguranças caindo do meu lado. Eu fiquei com medo de ser o próximo. Consegui passar por aquilo tudo e entrei na água, foi uma chacoalhada. Claro, não estou justificando por que eu perdi, mas eu queria ter me concentrado um pouco mais. Enfim, faz parte, isso é bom para o esporte e tenho que me adaptar com isso.

 

Mídia

Gabriel Medina

Estavam falando bastante: ‘Ah, ele está sendo muito assediado, está trabalhando pra caramba, fazendo coisa de patrocinadores e se ocupando com isso em vez de se ocupar com o surf’. Mas hoje em dia isso tudo faz parte da minha vida, e eu não estou deixando de surfar. Eu acho que gosto mais, inclusive, do que qualquer um do Tour… Quando estou de férias, de folga, o que eu faço é surfar. Claro que tem dias que você não acorda de bom-humor, e esses dias são difíceis. Minha mãe sempre me fala: ‘Quem mandou ser o escolhido?’. Estou levando, não tem me atrapalhado com o surf. Falar sempre vão falar.

Instituto em Maresias

Gabriel Medina

Eu passei por muitas coisas e não tive essa estrutura que estou podendo colocar. Iria ser muito bom se tivesse tido. Nós, brasileiros, sabemos a batalha que é no dia a dia para ser algo. Com atitudes como essa, acho que vamos mudar o mundo. Eu estou tentando fazer a minha parte. Eu acredito nisso.

Tour pelo Brasil

Gabriel Medina

Foi uma loucura, né. Tem sido uma loucura para mim depois que ganhei o título mundia. Minha chegada ao Brasil, no aeroporto, foi incrível, nunca vi igual. Eu chegava a ver na internet a histeria com caras como Justin Bieber, caras grandes, pop stars. E aí eu desembarquei e tinha um monte de gente me esperando. Eu me senti, ali na hora, um cara desses (risos). Um monte de flash. ‘Nossa!’. Depois disso, sei lá, cada lugar que eu vou é uma maratona. Tenho que parar para tirar foto, dar um autógrafo. E nas competições, já na Gold Coast, tinha muita gente me acompanhando, muitos brasileiros. Uma torcida incrível, foi irado, apesar de eu não ter ido bem. Tinha muito brasileiro que torceu para o Filipinho que acabou ganhando, o Mineiro ficou na semi, o Miguel também. Quanto mais brasileiros seguiam em frente na competição, mais gente na praia. Parecia o Brasil. E isso foi legal. Está sendo bom para o surf brasileiro.

A história em um livro

Gabriel Medina

Mais um sonho realizado. Meu pai sempre quis muito ter um livro contando a nossa história. Depois do título mundial a gente acabou decidindo, nós dois juntos, a fazer um livro. Estou super feliz. O Tulio fez um trabalho incrível. A história é contada desde meus avós até o título mundial. Mostra toda a minha trajetória. A história de toda a minha família. Das coisas que eu tive que fazer para chegar aonde estou hoje. Cara, ficou demais. As imagens do livro estão iradas. Tem fotos minhas, pequenininho, que eu nunca tinha visto. Quando vi, fiquei surpreso. Está demais o livro e estou super feliz. Mais uma conquista e eu só tenho que agradecer.

Ataque de tubarão na etapa de Jeffreys

Gabriel Medina

Não tem como não pensar. A imagem do Mick quase sendo atacado foi chocante. Não sei como colocaram de volta. Meu voto foi não. Espero que ocorra tudo bem. Me falaram que terá um sensor, não sei se espanta o tubarão ou avisa sobre o tubarão. Não tem muito o que fazer.