Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Siga-nos

Livros de Gil Vicente

Gil Vicente é considerado o primeiro grande dramaturgo da literatura portuguesa e o pai do teatro português. As obras do poeta eram tidas como reflexo da mudança dos tempos e da passagem da Idade Média para o Renascimento. Conheça os livros de Gil e se aprofunde nesse universo!

continue lendo
Compartilhar

Auto da Alma

Ler livro

"Auto da Alma" é um dos autos religiosos de Gil Vicente. A figura da Alma aparece sendo tentada pelo Diabo, por um lado, que lhe mostra os prazeres da vida, como dinheiro, joias, riqueza, poder, entre outros. Por outro lado, pelo Anjo, que tenta lhe mostrar a salvação, pois era uma Alma pecadora. Mesmo cedendo ao Diabo, o Anjo persiste e consegue levá-la à Igreja, onde é recebida por vários Santos, os quais exaltam a importância da igreja.

Auto da Barca do Inferno

Ler livro

O Auto da Barca do Inferno é uma complexa alegoria dramática de Gil Vicente, representada pela primeira vez em 1517. É a primeira parte da chamada trilogia das Barcas (a segunda e a terceira são, respectivamente, o Auto da Barca do Purgatório e o Auto da Barca da Glória).

Auto de Mofina Mendes

Ler livro

O "Auto da Mofina Mendes" inicia-se com o sermão do Frade, no qual é apresentado o tema do auto e as personagens. Seguida da Anunciação da Virgem cercada pelas damas de honra (Pobreza, Humildade, Fé e Prudência), recebe a visita do Anjo Gabriel que anuncia a sua gravidez. Entre a Anunciação e o nascimento de Jesus, surge a história pastoril de Mofina Mendes.

Auto da Feira

Ler livro

Em "Auto da Feira", de Gil Vicente, podemos observar a divisão de classes no século XVI - nobreza, clero e povo - e como estas últimas lidam com a questão do bom caráter e da virtude em contraposição à busca desesperada por riqueza e poder, que na maioria das vezes leva as pessoas a utilizarem meios nada lícitos a fim de alcançarem seus objetivos. É possível perceber que cada personagem é o retrato das múltiplas facetas das relações sociais da hierarquia existentes não só na época de Gil Vicente, como também nos dias de hoje. O autor denuncia o caráter (ou a falta dele) de tais camadas sociais, sendo a temática principal, sem dúvida, a "luta do bem contra o mal".

Auto da Índia

Ler livro

"Auto da Índia" é o primeiro texto de Gil Vicente a contar uma intriga, uma história de adultério com começo, meio e fim; a ser escrito quase totalmente em português e a pôr em cena personagens femininas. Traz os temas da degradação moral da família, motivações egoístas e interesseiras da expansão ultramarina, materialismo da sociedade e culto das aparências. Cada uma das personagens representa uma camada da sociedade, com seu comportamento próprio e seus defeitos, que são habilmente ridicularizados.

Farsa de Inês Pereira

Ler livro

"A Farsa de Inês Pereira", escrita por Gil Vicente, é considerada a mais complexa peça do autor. Dividida em quatro partes principais (ou oito cenas), foi apresentada pela primeira vez para o rei D. João III, em 1523. Toda a peça gira em torno de Inês Pereira, que está o tempo todo em cena. Complexa e humanista. O aspecto humorístico da obra se dá pelo fato de que protagonista trai o marido e não recebe por isso nenhuma punição ou censura.

Farsa do Velho da Horta

Ler livro

"O Velho da Horta" é um auto escrito por Gil Vicente em 1512 no qual mostra a frustrada paixão de um velho por uma moça zombeteira. O homem tem uma horta e todos os dias uma jovem mulher vem comprar suas verduras. A cena inicial é marcada pela tentativa de conquista e o diálogo se dá entre o lirismo apaixonado do velho e os ditos zombeteiros da moça. O autor revela seu perfeito domínio do diálogo e grande poder de lidar com personagens e ações que se aproximam da comicidade.

 
fechar