Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Maurício Kubrusly

Com o pé na estrada, percorrendo o país todo, Maurício Kubrusly comanda o quadro "Me Leva Brasil", do Fantástico. Além da paixão por viajar e pelo jornalismo, ele também é apaixonado por música. Conheça o pensamento deste jornalista talentoso!

... continue lendo

Quadro no Fantástico

Maurício Kubrusly

Depois que o quadro começou a passar no Fantástico, em qualquer lugar que a gente chegava a cidade virava uma festa. Dá para dizer que eu tive muita sorte, porque o meu trabalho, que já era prazeroso, ficou ainda mais prazeroso com as viagens.

Jeito diferente

Maurício Kubrusly

Certa vez, me chamaram a atenção porque peguei no entrevistado. "Mas, o que é isso, Kubrusly?", vieram me perguntar, "Você não sabe que não pode pegar no entrevistado?". "Eu não sabia, desculpe...", respondi. Dias depois, lá estava eu, pegando no entrevistado de novo.

Exagerado

Maurício Kubrusly

No começo, me achavam exagerado. Chegaram a me chamar de "repórter participativo" de tanto que interagia com as matérias. Quando isso virou moda, deixei de fazer...

TV Cultura

Maurício Kubrusly

Na Cultura, eu já era mais gaiato e brincalhão. Se eu fosse falar de Nelson Gonçalves, por exemplo, providenciava uma mesa de botequim e fingia que estava tomando cerveja.

 

Matérias

Maurício Kubrusly

Há duas coisas que eu gostaria de esclarecer: no Me Leva, Brasil, não existe rotina, nem romantismo. Porque as pessoas podem achar que, sei lá, a gente está passando por determinado lugar, vê uma coisa incrível acontecendo e resolve fazer a matéria... Isso não existe! Toda matéria é minuciosamente produzida para a gente não perder um minuto sequer. Por isso mesmo, o ritmo é sempre pauleira.

Jornalismo da Globo

Maurício Kubrusly

Uma das coisas que mais me agrada é o nível de exigência do jornalismo da Globo. A cobrança é muito forte. Se você erra uma concordância, por exemplo, rola uma chamada. Se não traz a imagem que deveria trazer, a mesma coisa. Gosto disso. Gosto dessa busca incessante pela excelência.

Como iniciou o Me Leva Brasil

Maurício Kubrusly

Sugerimos uma maluquice: eu pegaria um motor home lá em cima, no norte do país, e viria descendo até o Rio Grande do Sul, mostrando o melhor do que a gente visse pelo caminho. Seria o ‘Ônibus do Fantástico’. Já estava até com o layout pronto, mas aí saiu o Plano Real, e a Globo, assim como todas as grandes empresas, suspendeu os projetos mais audaciosos para ver o que ia acontecer com a economia. O Plano Real deu certo, e mais tarde, para evitar a frustração, eu sugeri percorrer o país sem ônibus mesmo. A emissora concordou, e no ano 2000 nós estreamos o ‘Me Leva Brasil’.