Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Trechos de Músicas do Seu Jorge

Com músicas que retratam o cotidiano e um ritmo envolvente, Seu Jorge faz barulho e deixa marcas por onde passa. Confira algumas músicas e conheça mais sobre esse cantor.

08/06/1970
... continue lendo

Quem é o Seu Jorge?

Nascido em 8 de junho de 1970, Jorge Mário da Silva, conhecido artisticamente como Seu Jorge, passou por muitas dificuldades antes de conseguir consolidar uma carreira de sucesso.

Morou na rua durante 3 anos, passou fome e necessidades, mas conseguiu dar a volta por cima, ao encontrar um refúgio na música.

Influenciado pelo samba e funk carioca, Seu Jorge construiu um repertório que mistura vários estilos musicais, passando pela MPB, pop e samba rock.

Além de cantor, músico e intérprete, Seu Jorge também participou de alguns filmes como Cidade de Deus (2003), A casa de areia (2004), Reis e Ratos (2009), Tropa de elite - o inimigo agora é outro (2010), E aí comeu? (2012), entre outros.

Seu Jorge: o marinheiro

Reis e Ratos

Lançado em fevereiro de 2012, o filme Reis e Ratos, teve a participação do cantor Seu Jorge interpretando o personagem Vilarinho. Na constante briga por defender os seus ideais, Seu Jorge vive um marinheiro bastante revolucionário.

Amiga da minha mulher

Seu Jorge

Ela é amiga da minha mulher
Pois é pois é
Mas vive dando em cima de mim
Enfim enfim

Ainda por cima é uma tremenda gata
Pra piorar a minha situação
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego
Eu pego
Não pego
Eu pego
Não pego não

Minha mulher me perguntou até
Qual é
Qual é
Eu respondi que não tô nem aí
Menti Menti

De vez em quando eu fico admirando
É muita areia pro meu caminhão
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração
Se fosse mulher feia tava tudo certo
Mulher bonita mexe com meu coração

Não pego
Eu pego
Não pego
Eu pego
Não pego não

O meu cunhado já me avisou
Que se eu der mole ele vai me entregar
A minha sogra me orientou
Isso não tá certo é melhor parar

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Falei ela não quis ouvir
Pedi ela não respeitou
Eu juro a carne é fraca
Mas nunca rolou

Mina do condomínio

Seu Jorge

Tô namorando aquela mina
Mas não sei se ela me namora
Mina maneira do condomínio
Lá do bairro onde eu moro

Seu cabelo me alucina
Sua boca me devora
Sua voz me ilumina
Seu olhar me apavora
Me perdi no seu sorriso
Nem preciso me encontrar
Não me mostre o paraíso
Que se eu for, não vou voltar
Pois eu vou
Eu digo "oi" ela nem nada
Passa na minha calçada
Dou bom dia ela nem liga
Se ela chega eu paro tudo
Se ela passa eu fico todo
Se vem vindo eu faço figa
eu mando um beijo ela não pega
pisco olho ela se nega
Faço pose ela não vê
Jogo charme ela ignora
Chego junto ela sai fora
Eu escrevo ela não lê

Minha mina
Minha amiga
Minha namorada
Minha gata
Minha sina
Do meu condomínio
Minha musa
Minha vida
Minha Monalisa
Minha Vênus
Minha deusa
Quero seu fascínio

Quem não quer sou eu

Seu Jorge

Vou ficar a noite em claro sem pegar no sono
Meditando sobre o que de fato aconteceu
Eu até pensei que fosse terminar na cama
Como era de costume entre você e eu

Eu fiz de tudo mas era tarde
Foi o que eu podia dar você não entendeu
Eu quis ir fundo e você com medo
Tirou onda pois agora quem não quer sou eu
É... Quem não quer sou eu

Quem não quer sou eu

Pois é...

E vai a noite, vem o dia
E eu aqui pensando
Um cigarro atrás do outro
E eu fumo sem parar
Da janela eu vejo o trânsito congestionando
No meu peito o coração parece buzinar

Eu fiz de tudo mas era tarde
Foi o que eu podia dar você não entendeu
Eu quis ir fundo e você com medo
Tirou onda pois agora quem não quer sou eu
É... Quem não quer sou eu

Quem não quer sou eu

Pois é...

Vou ficar a noite em claro sem pegar no sono
Meditando sobre o que de fato aconteceu
Eu até pensei que fosse terminar na cama
Como era de costume entre você e eu

Eu fiz de tudo mas era tarde
Foi o que eu podia dar você não entendeu
Eu quis ir fundo e você com medo
Tirou onda pois agora quem não quer sou eu
É... Quem não quer sou eu

Quem não quer sou eu

Pois é...

Quem não quer sou eu
Pois é

A doida

Seu Jorge

A doida vazou
A doida vazou
Nem quis meu amor
Nem quis meu amor

Ela se querendo toda foi chegando doida
Pra perto de mim
Eu fui me sentindo o cara, botei a minha cara
Pensando no fim

Ela, toda venenosa de vestido rosa
Pra me seduzir
Eu banquei a noite inteira, foi tanta saideira
E nada de partir

E ela no absolut, misturando ice, uísque e redbull
Eu vivi um pesadelo, entrei em desespero
E fiquei a bangu
A galera da balada tava antenada no seu proceder
Eu não quis saber de nada, banquei essa parada
Eu não sou de perder

Perdi
Foi clareando o dia
E eu na agonia
A banca quebrou
Ela saiu de fininho
Me negou carinho
E foi pegar o metrô

A doida vazou
A doida vazou
Nem quis meu amor
Nem quis meu amor

Ela se querendo toda foi chegando doida
Pra perto de mim
Eu fui me sentindo o cara, botei a minha cara
Pensando no fim

Ela, toda venenosa de vestido rosa
Pra me seduzir
Eu banquei a noite inteira, foi tanta saideira
E nada de partir

E ela no absolut, misturando ice, uísque e redbull
Eu vivi um pesadelo, entrei em desespero
E fiquei a bangu
A galera da balada tava antenada no seu proceder
Eu não quis saber de nada, banquei essa parada
Eu não sou de perder

Perdi
Foi clareando o dia
E eu na agonia
A banca quebrou
Ela saiu de fininho
Me negou carinho
E foi pegar o metrô

A doida vazou
A doida vazou
Nem quis meu amor
Nem quis meu amor

Carolina

Seu Jorge

Carolina é uma menina bem difícil de esquecer
Andar bonito e um brilho no olhar
Tem um jeito adolescente que me faz enlouquecer
E um molejo que não vou te enganar
Maravilha feminina, meu docinho de pavê
Inteligente ela é muito sensual
Eu te confesso que estou apaixonado por você

O Carolina isso é muito natural
Carolina eu preciso de você
Carolina não vou suportar não te ver
Carolina eu preciso te falar
Carolina eu vou amar você

De segunda a segunda eu fico louco pra te ver
Quando eu te ligo você quase nunca está
Isso era outra coisa que eu queria te dizer
não temos tempo então melhor deixar pra lá
a princípio no Domingo o que você quer fazer
faça um pedido que eu irei realizar
olha aí amigo eu digo que ela só me dá prazer
Essa mina Carolina é de abalar

Ô Carolina eu preciso de você
Ô Carolina não vou suportar não te ver
Ô Carolina eu preciso te falar
Ô Carolina eu vou amar você
Carolina, Carolina

Carolina, preciso te encontrar
Carolina, me sinto muito só
Carolina, preciso te dizer
Ô Carolina eu só quero amar você
Carol, Carol, Carol...

Seu olhar

Seu Jorge

Temos rotas a seguir
Podemos ir daqui pro mundo
Mas quero ficar
Porque
Quero mergulhar mais fundo

Só de me encontrar
Em seu olhar
Já muda tudo
Posso respirar você
Eu posso te enxergar
No escuro

Tem muito tempo na estrada
Muito tem
E como quem não quer nada
Você vem
Depois da onda pesada
A onda zen
É namorar na almofada
E dormir bem

Foi o seu olhar
O que me encantou
Quero um pouco mais
Desse seu amor

Burguesinha

Seu Jorge

Vai no cabeleireiro
No esteticista
Malha o dia inteiro
Vida de artista

Saca dinheiro
Vai de motorista
Com seu carro esporte
Vai zoar na pista

Final de semana
Na casa de praia
Só gastando grana
Na maior gandaia
Vai pra balada
Dança bate estaca
Com a sua tribo
Até de madrugada

Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha
Só no filé
Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha
Tem o que quer
Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha
No croissant
Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha
Suquinho de maçã
Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha