Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Não se envergonhe do passado

O que você ainda carrega do passado? Se forem coisas ruins que te façam se sentir envergonhado(a), deixe para trás! Reflita com nossas mensagens.

... continue lendo

Não precisa sentir medo

Quando olhamos para um céu estrelado, nem imaginamos (ou raramente lembramos) que as luzes que vemos são apenas resquícios de uma viagem que começou há milhares (talvez centenas de milhares) de anos. Em nossa vida, também acontecem coisas que, mesmo após anos, ainda não completaram o seu ciclo e seguem fulgurando e afetando nossa vida. A luz segue e viaja independente da vontade e da vida da estrela. Em nossas vidas, às vezes também acontece o mesmo: uma explosão de milênios atrás segue seu caminho na escuridão até iluminar nosso presente com algo que muitas vezes já está morto. Ora, se essas luzes seguem independentes de nossas vontades, do que adianta nos preocuparmos ou temermos a chegada delas? Mas podemos fazer uma escolha: podemos deixar que as luzes cheguem queimando tudo que existe ou podemos preparar o terreno e semear o presente para que as luzes do passado façam germinar um futuro mais forte e bonito.

O que o medo te trás

Coisas que ficam guardadas por muito tempo sempre acabam estragando (talvez vinhos e alguns queijos não, mas isso é relativo). Até mesmo a água quando fica muito tempo parada pode apodrecer ou dar vida a coisas ruins... O que dá vida a ela é o movimento. Ideias e sentimentos são parecidos: também podem estragar ou dar vida a outros sentimentos e ideias não tão boas... Claro que nem tudo que passa pela nossa vida ou mente são ideias e pensamentos ruins, mas esses sempre acabam gerando algum tipo de vigor ou vida... Coisas boas costumam surgir delas. Já sentimentos ruins tendem a paralisar ou fazer andar em círculos. Pode as coisas ruins da sua vida. Não permita que elas criem raízes e parasitem em sua vida. Se não é bom ou se não vai gerar nada de bom, não há motivos para ainda fazer parte da sua vida. Desapegue.

Não viva o que já passou

Se olharmos para o significado da palavra passado, veremos que ela se refere a coisas que já aconteceram e não existem mais... Ou a alimentos estragados. Se não existe mais, então porque se apegar a coisas que ficaram para trás? O futuro é feito de agora e não de passados.

Não se envergonhe do que já passou

Há lugares que nos lembram de nossa vida e por onde andamos. Nem sempre são bons lugares. Alguns lugares nos envergonham e, se pudéssemos escolher, não caminharíamos por eles hoje. Lógico que só pensamos assim porque fomos a esses lugares. Então, por mais que pareça que ter ido até lá não tenha sido uma boa ideia, talvez isso tenha impedido que fossemos a lugares piores. Nossa vida não é construída apenas nas boas experiências, então não se envergonhe nem lamente seu passado porque ele fez de você quem você é hoje. Não gosta de quem você é? Seu passado molda seu presente, mas só você decide que parte dele formará o seu futuro.

Caminhos traçados

Não se pode construir uma casa sobre fundações e alicerces ruins. O mesmo vale para a vida: não é possível viver plenamente a não ser que se tenha bases sólidas. Mas o que fazer quando não temos essas bases? Diferente da casa, nem sempre podemos escolher em qual terreno será erguida nossa construção. Não existem caminhos fáceis ou atalhos, porém o pior a se fazer é ignorar o estado do terreno e seguir com a construção, pois uma hora ela vai desmoronar. Podemos buscar ajuda com amigos ou com especialistas (engenheiros de mentes ou almas). Podemos aplainar o terreno ou reforçar as bases... Pode levar tempo. Mas o resultado será melhor que viver entre escombros.

Deixe de se lamentar

Paz para o passado! Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Porque temer o que já passou? Se não está presente, não pode nos tocar nem fazer mal. Se pode, então não está morto e pertence ao futuro e não apenas ao passado. Então, ainda há algo a ser feito. Não se esconda nem fuja. Não lamente. Pois se está presente, pode te fazer mal… Isto é: se você permitir.

Sentimento são como combustíveis

Pense na mente como um carro. Nossos sentimentos são combustíveis para nosso pensamento. Posso estar errada, mas acho que, quando a qualidade do combustível não é lá das melhores, o carro não anda e pode até acabar quebrando... Sem falar na poluição e sujeira que deixa pelo caminho. Não abasteça sua vida com sentimentos ruins, sejam eles do presente, passado ou do futuro.

 

Assombrações passadas

Você acredita em fantasmas? Pois eles existem! São os medos e temores do passado que insistem em nos assombrar. São as lembranças e dores que, como que condenadas ao eterno suplício, vagam pela noite de nossas almas, assombrando os cômodos de nossa mente. Além disso, os fantasmas se aproveitam de nossas fraquezas e podem possuir nossos corpos e corações. Esses fantasmas podem ter diversas formas, porém seu nome sempre será PASSADO! Se você permitir, esses fantasmas atormentarão para sempre a sua vida e pesarão no seu caminho e suas escolhas para o futuro. Se você permitir, os fantasmas do passado serão seu donos e farão com que você pare no tempo... Não permita isso! Liberte-se das amarras do passado! Enterre os fantasmas do passado nos campos do tempo. A vida pertence aos vivos e é puro movimento! Quebre o círculo! Exorcize-se!

Deixe de carregar pesos

Se pararmos para pensar, soa até engraçado que coisas tão intangíveis como os sentimentos possam ter peso e intensidade. E, embora os bons possam ser tão leves que nos façam voar, os maus podem pesar toneladas e nos arrastar para o abismo. Às vezes, carregamos tanto peso que parece que carregamos pedras no bolso e andamos por um rio. Se insistirmos nesse caminho, o resultado que mostra o óbvio é se afogar. A não ser, é claro, que você se dispa do passado — o passado é sua roupa e não sua pele! — ou simplesmente esvazie os bolsos. Não se apegue a roupas fora de moda. Não carregue pedras nos bolsos. Levite e voe.

Não se limite a sumir

Nosso coração não é como um quarto infinito e sem paredes; ele se enche. O mesmo para nossa alma; ela não passa sempre imaculada pelas coisas da vida. Se o espaço em nosso coração é limitado, então por que você o enche com sentimentos ruins e angustiantes? Por que não fazer uma limpeza de vez em quando para liberar espaço para coisas boas e mais bonitas? E por que andar com uma alma encardida e suja quando podemos limpá-la de todas as impurezas que acumulamos durante a vida? Nossos atos são um reflexo de nossos sentimentos. Logo, quanto melhor a qualidade dos sentimentos que guardamos, melhores são nossas ações.

Pense no hoje

Dizem que só há dois momentos na vida em que nada pode ser feito: o passado, pois já passou, e o futuro, uma vez que ainda não chegou. Concordo em parte. Lógico que não podemos alterar o passado, mas, uma vez que ele influencia e dita o caminho que seguimos, podemos escolher entre deixar que ele seja nosso senhor e que determine nosso futuro ou sermos senhores dele e fazermos nosso próprio futuro. Seja como for, qualquer coisa que for feita só pode ser feita no agora.

Não seja refém

Não seja refém do passado! Não deixe que ele te aprisione e te impeça de agir. Não deixe q ele te acorrente ou exija seu futuro como resgate. Lute. Brigue. Se liberte. Você pode perder alguns dentes. Mas será livre!

A estranheza das pessoas

As pessoas são estranhas. Envergonham-se de uma foto de quando eram criança, mas nada sentem quando são mal-educadas com o próximo. Se prendem a uma hipocrisia seletiva. Não se envergonhe do passado. Não há nada a fazer com relação a ele. Se preocupe e cuide mais de seu presente, pois é ele quem determinará quem você será no futuro.

Motivação

E então você passa a vida inteira se lamentando ou se envergonhando do que fez ou deveria ter feito? Que valor tem isso? Para nada nos serve coisas que apenas estorvam e estagnam... Se os sentimentos que nos carregamos apenas nos paralisam e não nos fazem crescer nem nos ajudam a seguir em frente são apenas pesos mortos. Lamentar-se gasta tanto ou mais energia do que agir! Então, melhor do que se lamentar, é utilizar essa energia para algo construtivo e transformar o que nos aflige em algo novo e melhor. Transformar a vergonha em motivação. Transformar o rancor em desapego e o medo num obstáculo a superar.

Pense no lado positivo

Ignore por um momento as leis da física e imagine que seja capaz de viajar para o passado. O que você faria? Lógico que a tentação de mudar as coisas ruins ou agir de modo diferente é tentador, mas lembre-se que suas ações influenciariam no seu antigo presente... Um passado diferente pode significar um futuro diferente... Não conhecer alguém importante... Não viver bons momentos... Às vezes, nós xingamos por nos atrasarmos quando perdemos o ônibus, mas se esse ônibus sofrer um acidente nós vamos agradecer por tê-lo perdido... Ninguém sabe onde o futuro vai dar ou o que ele nos reserva, então não podemos dizer que uma coisa ruim não vai resultar numa coisa boa! Não gaste energias lamentando o passado: use-as pra construir um presente de expectativas e um futuro de realizações.