Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Nostalgia faz bem

O passado não volta mais. Por outro lado, as memórias são companhias para todo o sempre. E não há problema algum em olhar para trás com carinho! Até certo ponto, a nostalgia faz bem, e sentir saudade do que se foi é sinal de já ter sido feliz. Venha relembrar suas raízes!

... continue lendo

Conexão e reflexão

Ser nostálgico não é prender-se ao passado, mas conectar-se às memórias queridas, às pessoas queridas, a quem você foi, a quem você ainda é; refletir sobre sua trajetória, orgulhar-se dos momentos vividos e encontrar nessas memórias ainda mais força e vitalidade para os dias atuais e futuros.

Pertencimento

Vivemos tempos em que surgem tantas coisas que excluem e segregam que a nostalgia torna-se uma grande aliada do nosso bem estar, resgatando boas memórias, nos levando a uma conexão conosco e com os demais com os quais vivemos, o que reforça a sensação de pertencimento tão necessária à constituição saudável de cada sujeito.

Querendo “bis”

A lembrança de coisas tão positivas que nos faz desejar que acontecessem novamente nos leva a perceber o quão surpreendente e bela é a vida e o quão valioso é cada momento vivido, pois não sabemos ao certo quanto tempo vão durar, apenas sentimos e torcemos para que muitos deles se eternizem.

Encontro consigo

Relembrar o passado - nossas lutas, nossas dores, amores, aventuras e desventuras - nos faz encontrar sentido no presente, valorizar nossas conquistas, nossa capacidade de superação e de construção de relações, revigorando a vontade de seguir em frente e fazer ainda mais e melhor.

Inspiração para o agora

Rever fotografias é reencontrar-se consigo e com outros tão queridos. Os olhares, os sorrisos, as caretas… Momentos que não se repetirão em sua essência, mas que nos inspiram bons sentimentos, pensamentos e desejos de tornar a viver algo tão gostoso e cheio de significado.

Ouse duvidar do mundo

A nostalgia te faz recordar que, ao contrário do que talvez o mundo viva a te gritar, a vida vale sim a pena e num passado não muito distante você já experimentou isso e pode aproveitar as boas energias dessas recordações para se munir de força e coragem para repetir a dose.

 

Ali me encaixo

Recordar o cheirinho do tempero da mãe, o gostinho do café da avó, é mais que simples lembrança e saudade. É resgatar o quanto fomos e somos amados, como cada um tem um cantinho especial para onde sempre pode voltar, seja física ou subjetivamente, mas igualmente aconchegados.

Nostalgia revigora

Por mais que o passado não volte, nele encontramos e reencontramos momentos tão magníficos que suas lembranças são combustível para o hoje, fazendo-nos ainda mais fortes e preparados para o que vier.

Não se resume ao agora

A nostalgia nos traz não apenas memórias e desejo de revivê-las, mas a possibilidade de notarmos o quanto foi e tem sido linda a nossa trajetória, e nos permite orgulharmo-nos pelo que fomos, somos e alimentar quem ainda poderemos nos tornar.

Encontrando sentido

Há momentos em que é necessário nos transportarmos para o passado para que o presente seja compreendido, valorizado e enxerguemos de forma mais clara quem somos, a que estamos e o quão capazes e especiais somos num mundo em que tantas coisas tentam nos convencer do contrário.

Resgate

A nostalgia nos conduz aos momentos que verdadeiramente fizeram sentido e nos devolve a nós mesmos, em meio a uma sociedade que tende a roubar nossos valores, nossos sonhos, nossa capacidade de sentir e de ser quem de fato somos.

Imersão na própria história

O nostálgico, ao mergulhar em suas memórias, reencontra-se e emerge com ainda mais sede de se ser quem é, de alcançar mais uma vez estados de tamanho contentamento e repleto de sentido; de viver o que genuinamente o faz feliz.

Alvo a atingir

A nostalgia é a ferramenta que o cérebro inteligentemente encontrou de não permitir que nos esqueçamos de que momentos os quais valem a pena um “bis” existem, e que devem ser por outros como aqueles que devemos acordar todos os dias e buscar para toda a vida.