Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Regina Braga

Com experiência na TV e também no cinema, Regina Braga é uma atriz conhecida por fazer parte da Rede Globo, mas também já atuou na Band, TV Cultura e Rede Manchete. Com muito talento e sabedoria, confira alguns pensamentos e opiniões dessa atriz!

28/09/1945
... continue lendo

Oportunidade de viver mulheres importantes

Regina Braga

Foi o máximo interpretá-las. São pessoas que vale a pena se aprofundar. Fiquei muito perto delas. Foi importantíssimo viver Bishop e Chiquinha para conhecer o universo carioca, pois as duas eram cariocas. Mulheres muito interessantes. Bishop, por exemplo, morou em Petrópolis. Fiquei muito íntima delas. Pelo fato de eu morar em São Paulo, fazê-las e conhecê-las melhor foi uma convivência enriquecedora. Pude, também, conhecer mais do Rio de Janeiro.

Teatro x televisão

Regina Braga

Acredito que não há regra. Com cada pessoa é de um jeito. Comigo foi através do teatro. Comecei sem pretensões e dei muito certo. Quando voltei da Europa fiz três peças e fui premiada. Isso me deu entrada no universo e me fortaleceu. Não parei mais. Não tinha muita vontade de ficar no teatro, mas aconteceu. Na década de 1970, todas as emissoras estavam concentradas no Rio de Janeiro e eu não podia morar no Rio. Cheguei a receber convites na época, mas esse fator dificultou. Por outro lado, conquistei, em São Paulo, meu espaço no teatro.

Relação com o teatro

Regina Braga

Não se trata de algo ideológico. Minha familiaridade com o teatro é muito antiga. Sempre fui ligada à arte. Dançava e atuava nas peças da escola. Quando me mudei para São Paulo queria apenas sair do interior. Em São Paulo, descobri a EAD e, conforme ficava lá, tinha a sensação de um mundo novo, de portas se abrindo. Fiquei amiga de atrizes e achei o ambiente de teatro muito bom, queria ficar perto desse universo. Eu achava os artistas muito bacanas. Isso me conduziu ao teatro. Daí, fui ficando e estou até hoje. E ainda continuo achando os artistas ótimos.

Atuar em peça de autoria do marido

Regina Braga

Quando começamos os ensaios, eu não conseguia fazer a leitura do texto sem chorar. Hoje, depois das três temporadas, a emoção deixou de ser pessoal. Esse espetáculo me proporcionou a oportunidade de aprender a depurar meus sentimentos. Aprendi a ser mais racional. Outro detalhe importante é a minha relação com os gestos. Aprendi a não usar os gestos de forma banal, mecânica. Os gestos são muito marcantes em “Por um Fio”.

Como conheceu o marido, Drauzio Varella

Regina Braga

Eu era separada, tinha dois filhos, trabalhava feito uma louca, e fui dar aula no Museu de Artes Modernas. Era um curso para 25 alunos, e no primeiro dia tinham apenas 24. Passei um exercício para os alunos, e eles precisavam se comunicar apenas por expressões. Então ele bate na porta, atrasado, e eu expliquei para ele que ele precisava ficar quieto. Até hoje ele brinca que a primeira coisa que eu falei para ele na vida foi: “Cala a boca”.

Drauzio Varella: conheça as frases desse importante médico!