Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Tipos de homens feministas que precisam parar

Sempre tem aquele homem que diz que apoia a luta das mulheres, mas não deixa de ter comportamentos machistas que não condizem com o feminismo. Descubra quais são os principais tipos dos chamados homens feministas que precisam definidamente mudar seu comportamento.

... continue lendo

Ah, mas você não pode generalizar...

É o tipo de homem que diz estar por dentro dos ideais feministas e apoiar cada um deles, até que seja feita uma crítica a um comportamento masculino considerada inaceitável por ele. Aí ele se dói e toma partido de todos os homens, afinal, " "Nem todos os homens são assim, eu por exemplo...".

Covarde

Aquele superengajado no meio feminino que, em frente às mulheres, é superfeminista, mas quando está na roda de amigos sempre concorda e permite comportamentos/comentários/atitudes que ofendem e desrespeitam mulheres.

Ah, mas ela não tem capacidade

Aquele tipo de esquerdomacho que é o maior feminista que já existiu, mas, quando se trata de pôr uma mulher em posição de poder, pula fora do barco, pois "Ela é ótima, mas não voto nela porque ela não tem a capacidade necessária".

Esquerdomacho vira casaca

Aquele homem todo desconstruído, superengajado na luta e que quer todas as mulheres livres, até que você termina com ele. Quando isso acontece, ele lembra num instante como é que se desrespeita e ataca uma mulher.

 

O grande exemplo

Aquele tipo de homem que exerce um cargo de chefia e se acha o merecedor do Nobel da paz por ter contrato uma mulher competente ao invés de um homem.

Defensor da arte

Homens que "superconcordam" com os ideais feministas e apoiam as lutas, mas, quando se trata de um ator/músico/artista que tenha sido machista/preconceituoso/homofóbico/etc, eles o defendem com unhas e dentes. O famoso: "Mas você tem que separar a obra do artista".

Feminista pai

Aquele tipo de homem que se diz feminista depois de ter se tornado pai e "agora entende" todo o propósito da luta feminista, afinal, sua filha é uma mulher. O problema é que uma mulher não precisa ser sua filha, sua esposa, sua mãe , sua irmã, ou ter qualquer tipo de parentesco com você para ser respeitada e ter seus direitos garantidos. Uma mulher merece igualdade e respeito porque ela é uma mulher, um indivíduo como qualquer outro.