Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Siga-nos

Zezé Polessa

Carioca da gema, a atriz trocou a carreira médica pela área artística. Zezé interpretou diversos personagens icônicos nas telinhas. Saiba mais sobre esse grande nome da dramaturgia nacional!

22/09/1953
continue lendo
Compartilhar

Amor

Zezé Polessa

Tenho vontade do amor como um descanso, aquela hora em que você encontra a pessoa para repousar no sentimento, na alegria daquele encontro.

Boa forma aos 60

Zezé Polessa

Sempre fui magra, mas quero que meu corpo fique bem, tenha flexibilidade, que eu não sinta dor. Então, três vezes por semana, costumo correr meia hora na esteira em casa. Também faço ioga há mais de dez anos e adoro caminhar.

Surgimento da vontade de atuar

Zezé Polessa

Adolescente, vi a montagem de Galileu Galilei do Teatro Oficina e fiquei louca. Queria estar no palco com aquelas pessoas, ser parte daquele mundo. Com 17 anos, fiz medicina para resolver a miséria do Brasil e salvar vidas e, também, porque eu tinha um tio, José Maria, que era cirurgião e operou minha mãe. Ele era um deus para mim.

 

Solteira

Zezé Polessa

Sim, e estou me sentindo tão bem. Mas é comum achar que estou vivendo a melhor fase da minha vida sempre. Estou começando uma novela, vou a São Paulo ver o roteiro de um filme, moro sozinha, tenho a minha casa do jeitinho que gosto, tenho minha família.

Sociedade preconceituosa

Zezé Polessa

Isso é absurdo. Por mim, só namorava homem jovem, é mais gostoso. Mas é louco. Para o homem, isso o valoriza. Para a mulher, a esculhamba. Ao mesmo tempo, com a experiência que tenho, não é saudável que esses romances se prolonguem. O mais jovem vai ser arrastado pela estrada do mais velho. Tem uma tendência a virar uma relação neurótica.

Trabalhar com familiares

Zezé Polessa

O que conta é que a gente é da família, trabalha junto, mas porque um gosta do trabalho do outro, não só porque um gosta do outro. Apesar disso, um excesso de intimidade familiar às vezes atrapalha, vem uma coisa um pouco misturada, tem discussão em que você fala “isto aqui partiu do trabalho, mas isso é outro assunto, desacopla.

Pretendente ideal

Zezé Polessa

Cada vez entendo menos o amor e os encontros, tem vezes que é astral, outras é química, tem hora que passa alguém e o cheiro te pega. Não tem idade nem situação. Já namorei pessoas tão diferentes! Sinto vontade de ter alguém, mas não é uma coisa que você decida “hoje vou sair e arrumar um namorado”.

Aborto

Zezé Polessa

Sou a favor da vida, dos casais terem seus filhos. Mas acho também que não pode ser um crime. Sou a favor da descriminalização e do apoio do Estado, principalmente em casos em que são mais do que recomendados, como agora com essa epidemia de zika. Sobre as coisas do corpo cada pessoa é que deveria decidir o que fazer.

Magnólia, de Império

Zezé Polessa

Quem me ajudou a achar o tom certo da personagem foi meu ex-marido, Daniel Dantas. Eu cheguei pra ele e falei: “Tô fazendo uma coisa muito difícil!” Em uma só frase ele me ajudou a dar a volta por cima: “Ela não sabe que é escrota, é sem noção, bota isso na sua cabeça”, disse ele. Pronto, achei o tom da Magnólia.

Início da carreira de atriz

Zezé Polessa

Considero a minha primeira peça um Auto de Natal, que fiz aos 7 anos na escola. Eu era a Estrela d’Alva e estava tristíssima, achava que era o pior papel, queria ser Nossa Senhora. Minha mãe depois me falou que eu estava séria. Argumentei que era uma coisa muito séria o nascimento de Jesus.

fechar