Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Dilemas de mães

Um filho é uma responsabilidade que qualquer mãe tem um enorme prazer em cuidar. Acontece que no meio do caminho acabam surgindo várias dúvidas sobre como cuidar do bebê. Nós separamos algumas dicas que podem ser bem úteis para solucionar os seus possíveis problemas.

... continue lendo

Como encontrar o pediatra ideal?

Esse é um dos maiores problemas das mamães de primeira viagem: achar algum médico, entre tantos, que cuidará bem do desenvolvimento do bebê e dará bons conselhos.
Pedir indicações das amigas que já são mães é uma ótima maneira para encontrar um pediatra de confiança. Alguns médicos possuem páginas na internet e as pessoas já podem ter opinado a respeito deles.

Sono, doce sono!

Arrumar a casa ou dormir? Eis a questão. Muitas mamães ficam malucas com a mudança de rotina quando um serzinho chega à vida delas. A casa, que antes era sempre cheirosa e organizada, agora parece um depósito de brinquedos, fraldas e roupas espalhadas.
É capaz que você pense que tirar um cochilo quando o bebê cair no sono seja perda de tempo, enquanto tem tanta coisa para fazer, mas acredite: muito mais disposição para a faxina surgirá se você implantar a “hora da soneca” na sua vida. Tente!

Mãe perfeita?

Algumas mulheres se preocupam demais com o que os outros vão pensar da maneira como elas exercem a maternidade. Isso as sobrecarregam e as deixam cada vez mais estressadas, quando não conseguem colocar os filhos nas melhores escolas, levá-los às melhores aulas extracurriculares, aos melhores médicos, fazer as melhores festinhas de aniversário... Ufa! Você só precisa ser a melhor mãe do mundo para o seu filho, e tenha certeza de que ele não precisa de muita coisa para ser amado.

Como faço ele parar de chorar?

Bebês choram porque esse é o único jeito que eles têm para se comunicar nesse novo mundo. Às vezes, o motivo do choro não é cólica, fome e muito menos sono. É capaz que ele só queira colo e o seu carinho. Com calma e amor, o choro dele vai cessar.

Ter ou não uma rotina?

Sim! Entendendo os horários que o seu bebê sente sono ou fome, é muito facilitador criar uma agenda para você organizar o seu dia e o dele. Isso evita frustrações com a falta de tempo para realizar as suas tarefas.

Preciso mesmo comprar tudo?

O consumo desenfreado nos dias de hoje, somado ao excesso de propagandas apelativas, podem ajudar para que percamos o controle. Enfeites de quarto, brinquedinhos para a criança, aparelhos eletrônicos que fazem mil e uma maravilhas podem não ser necessários e talvez comprometam a sua vida financeira. Avalie bem cada ideia de compra para não gastar mais do que pode, desnecessariamente.

Ele(a) precisa mesmo de tanta roupa?

Muitas mães, por excesso de preocupação, costumam vestir a criança com todas as roupas disponíveis no armário, faça chuva ou faça sol. É preciso ter bom senso! Se o tempo está quente, roupas mais frescas e leves são sim permitidas. Empacotar o bebê como em uma estufa no verão não fará bem a ele.

 

Ele está respirando? Por que está ofegando?

É comum que a respiração dos bebês oscile muito, de ofegante para quase imperceptível em questão de segundos. Isso acontece porque, como muitas outras coisas, seu filho está aprendendo a controlar o ar que entra e sai dos pulmões. Portanto, nada de pânico! Isso é extremamente normal.

Só o meu leite adianta?

Sim, adianta! O leite materno é capaz de suprir todas as necessidades de um bebê até os seis meses. O fluxo de leite pode parecer fraco depois do nascimento, mas com a sucção da criança por vários dias e várias vezes por dia, a quantidade vai aumentando.