Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

Marcos Palmeira

Produtor e consumidor de alimentos orgânicos, Marcos Palmeira é um amante da natureza. Fora da telinha dedica-se ao trabalho em sua fazenda.

19/08/1963

Fazenda

Marcos Palmeira

Há pe­lo me­nos qua­tro anos ela é sus­ten­tá­vel e to­tal­men­te viá­vel, mas mui­to mais por questões ad­mi­nis­tra­ti­vas do que de pro­du­ção em si. Ho­je, po­de­ria mo­rar ne­la e vi­ver do que pro­du­zo. Mas, is­so em con­di­ções di­fe­ren­tes da mi­nha ou­tra pro­fis­são, de ator. Ven­de­mos nos­sos pro­du­tos pa­ra uma re­de de su­per­mer­ca­dos da Zo­na Sul do Rio. Tam­bém fa­ze­mos en­tre­gas em do­mi­cí­lio e em al­gu­mas lo­jas na­tu­rais.

Veneno

Marcos Palmeira

Co­mo a fa­zen­da, de 200 hec­ta­res, já pro­du­zia le­gu­mes e ver­du­ras de for­ma con­ven­cio­nal, lo­go des­co­bri que ali nin­guém co­mia o que plan­ta­va. Que na­da que se pro­du­zia era le­va­do pa­ra ca­sa. Per­gun­tei o mo­ti­vo e os tra­ba­lha­do­res ru­rais me dis­se­ram que era por­que usa­vam mui­to ve­ne­no nas plan­ta­ções. O ve­ne­no que era, e con­ti­nua sen­do usa­do ho­je em mi­lha­res de fa­zen­das, vi­nha dis­far­ça­do de "re­for­ço pa­ra o so­lo", de "re­mé­dio pa­ra a plan­ta". O con­ven­cio­nal cul­ti­vo com agro­tó­xi­cos.

Aprendizado

Marcos Palmeira

Mer­gu­lhei fun­do nes­se uni­ver­so. Ele nos en­si­nou a fo­car na qua­li­da­de do so­lo, com o uso da adu­ba­ção ver­de, e a evi­tar os de­fen­si­vos bio­ló­gi­cos. Pas­sa­mos tam­bém a in­ves­tir na re­cu­pe­ra­ção dos pas­tos. Apren­de­mos a am­pliar nos­sa vi­são das coi­sas e a com­preen­der, por exemplo, que a ti­ri­ri­ca, antes vis­ta co­mo pra­ga, po­de ser­vir co­mo um ex­ce­len­te es­ter­co ou que a ga­li­nha da angola ser­ve pa­ra co­mer for­mi­ga e não ata­ca a la­vou­ra. Che­ga­mos a um ní­vel tal que, ho­je, não te­mos mais ne­nhu­ma pra­ga em nos­sa pro­prie­da­de.