Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Up

7 coisas que você descobre indo em um terreiro de candomblé

Muitas pessoas tem preconceitos com os terreiros de candomblé, algumas vezes por medo, outras por relacionar essa religião com algo do lado obscuro. Mas, para quebrar isso, somente conhecendo o que se passa lá dentro. Por isso, reunimos aqui algumas coisas que você conhece indo a esses locais!

... continue lendo

O ritual

Os rituais que ocorrem nos terreiros adeptos do Candomblé são como celebrações. Eles são iniciados pela mãe ou pai de santo da casa que inicia o despacho do Exu, em formato de dança, em seguida o tambor começa a ser tocado e os filhos de santo do local começam a invocar os seus orixás para incorporarem e, assim, seguirem o trabalho. Normalmente o mínimo de tempo que dura um ritual são duas horas.

Os locais dos rituais

Os adeptos do Candomblé têm um local específico em que realizam os seus rituais. Esses lugares são templos que podem ser chamados de roças, casas ou terreiros. Além disso, esses locais também têm uma pessoa que assume a liderança, alguns só podem ser dirigidos por mulheres, outros somente por homens, mas há também os lugares mistos, que é quando ambos os sexos podem assumir a liderança do terreiro.

Conheça mais aqui sobre o que é o candomblé

Durante o ritual

Depois que o dirigente da casa inicia, são feitas as oferendas e em seguida começam os atendimentos, em que por meio de jogos de búzios, que são usados como oráculos, os envolvidos fazem previsões e orientam aqueles que vão até o terreiro em busca de um encaminhamento espiritual, uma resposta, um conforto, entre outros.

Santos católicos

Em rituais de Candomblé, pode haver algumas estátuas de santos católicos, porém não há nenhuma ligação entre as religiões. Isso ocorre porque durante a escravidão os escravos disfarçavam os orixás usando as estátuas católicas, para que assim os portugueses não desconfiassem da prática.

Quem cultua o Candomblé?

No Brasil, há dois grupos que se destacam nessa prática: os sudaneses, que é composto por negros que vinham da Nigéria e do Benim, e os bantos, que são pessoas que vinham de regiões como o Congo, Angola e Moçambique.

O que é usado nos rituais?

O Candomblé é conhecido por seus rituais, que são representações artísticas muito bonitas. Durante cada um deles, é utilizado o atabaque (um instrumento similar a um tambor), dando ritmo aos cantos em idioma iorubá ou nagô. O que varia entre um ritual e outro depende do Orixá que está sendo cultuado na ocasião.

Origem

O Candomblé surgiu no Brasil entre os séculos 16 e 19, com a chegada dos escravos da África Ocidental. Mesmo com o fato de o país ter sido colonizado pelos portugueses e os mesmos terem imposto a religião cristã, os escravos conseguiram manter a sua prática, porém muito foi perdido, afinal, aqui não são venerados nem metade dos Orixás que são cultuados na África. Enquanto no continente Africano são conhecidos mais de 200 orixás, aqui no Brasil eles não passam de 20.

Descubra as diferenças entre candomblé e umbanda aqui